Carregando Eventos

« Todos Eventos

Início:
12 de março | 19:00
Final:
23 de abril | 22:00

Fabio Maleronka aborda Produção Cultural em primeiro curso da Base Inovar

12 de março | 19:00 - 23 de abril | 22:00

Evento Navegação

O professor e mestre em estudos culturais Fabio Maleronka estreia a grade de cursos da Base Inovar com o curso “Produção Cultural Contemporânea”, que será realizado em sete encontros: nos dias 12, 14 e 26 de março; e 2, 9, 16 e 23 de abril, sempre das 19h às 22h.

Este módulo aborda temas como política cultural, eventos, crowdfunding, entre outros temas, chegando à discussão atual de como o streaming tem gerado novos paradigmas para a produção.

De acordo com Maleronka, a produção cultural passa por novos desafios devido à disseminação de novas formas de expressão, exigindo atuação multidisciplinar dos novos produtores.

“Antes, falávamos de um processo superespecializado e, basicamente, alicerçado em captação de dinheiro e enquadramento de projetos”, disse o professor, em entrevista à Unibes Cultural. “Hoje, com os novos mecanismos, como o crowdfunding e a produção em redes culturais, a burocratização diminuiu drasticamente”.

Base Inovar: Curso de Produção Cultural

Aos interessados pelo universo cultural, temos uma novidade! O curso Produção Cultural, ministrado pelo professor Fabiomaleronka Ferron está de volta e as inscrições já estão abertas! Parte da série Base Inovar, a iniciativa acontece a partir de 12/03, na Unibes Cultural. Neste vídeo, Maleronka explica a grade do curso de “Produção Cultural”, que será dividido em dois módulos. Confira as datas e inscreva-se: https://bit.ly/2Sfibps ;)#BaseInovar #BaseInovarnaUCult

Posted by Unibes Cultural on Thursday, February 7, 2019

Programação

Produção Cultural Contemporânea
12, 14 e 26 de março
2, 9, 16 e 23 de abril
19h às 22h
Investimento: R$ 350 (em até 12x)

Conheça o professor Fabio Maleronka

Fabio Maleronka conversou com a Unibes Cultural e contou em detalhes como será a divisão do curso de Produção Cultural em dois módulos:

Unibes Cultural – Por que os cursos de gestão cultural estão em evidência?

Fabio Maleronka – Estão em evidência, e não só no Brasil. Provavelmente, pela percepção da centralidade da cultura como a superestrutura em todo o sistema de Educação e de sua importância econômica, cada vez mais visível.

O que um gestor cultural faz?

É a pessoa que tem o domínio das políticas culturais. A nomenclatura é originária da Administração. Hoje, com a popularização do campo da Administração Pública, essa palavra está sendo usada nesse contexto. Academicamente, a nomenclatura é aceita pela produção de dados sobre a área.

Como a gestão cultural funciona?

Antes, falávamos de um processo superespecializado e, basicamente, alicerçado em captação de dinheiro e enquadramento de projetos. Falava-se na área artística com o conceito de carreira. Hoje, com os novos mecanismos, como o crowdfunding e a produção em redes culturais, a burocratização diminuiu drasticamente.

Fenômenos de massa recentes, como a retomada do Carnaval de Rua em São Paulo ou as novas possibilidades do mercado editorial, são provas disso.

O próprio sistema de divulgação foi alterado pelos processos de engajamento digital. Portanto, não se fala mais em captação como se fosse apenas parte dos recursos financeiros, mas sim, dos recursos necessários para a viabilização prática de um projeto.

Muitas vezes, esses processos se dão via participação direta. Por isso, o objetivo do curso é formar redes de agentes.

Qual dica você dá para quem deseja se tornar um grande produtor cultural? Por quê?

Não se atente apenas à área executiva do negócio. Tenha uma visão mais global da Cultura. Em algum momento, você precisará elaborar o conceito de um projeto cultural. Seja multidisciplinar. Leve em consideração as especificidades de cada área de atuação e de suas linguagens e assuma o papel de disseminador de novas formas de expressão.

UNIBES CULTURAL

Rua Oscar Freire, 2.500 (ao lado da estação Sumaré do metrô, na Linha 2-Verde) | Sumaré | São Paulo | Telefone: (11) 3065-4333

ESTACIONAMENTOS PRÓXIMOS

Rua Oscar Freire, 2.617

Rua Amália de Noronha, 127

Rua Galeno de Almeida, 148