Carregando Eventos

« Todos Eventos

Início:
10 de julho | 20:00
Final:
23 de julho | 22:00
Período:
10, 13, 14, 19 e 23 de julho

Mostra de cinema aborda crise ambiental e resistência de povos indígenas

10 de julho | 20:00 - 23 de julho | 22:00

Evento Navegação

O Instituto Socioambiental (ISA), entidade sem fins lucrativos voltada à defesa do meio ambiente e povos tradicionais na Amazônia, realiza na Unibes Cultural a Mostra ISA 25 Anos de Cinema Socioambiental.

Com entrada gratuita, o evento acontece em 10, 13, 14, 19 e 23 de julho, das 20h às 22h, e integra a série de comemorações dos 25 anos do instituto, fundado em 1994.

A mostra apresenta filmes produzidos nos últimos anos sobre e pelos povos indígenas. Confira a programação e as sinopses dos filmes em exibição:

10/7, 20h


O amanhã é hoje

A produção mostra os impactos das mudanças do clima e seus efeitos diretos na vida de brasileiros na cidade ou no campo, no norte ou no sul do país. A produção contou com realização da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil, Artigo 19, Conectas Direitos Humanos, Engajamundo, Greenpeace, Instituto Alana e Instituto Socioambiental.

Quentura

Dirigido por Mari Corrêa, o documentário aborda as percepções e experiências de mulheres da região amazônica que têm suas vidas alteradas em função das mudanças climáticas. E por que as mulheres? “Porque raramente elas são ouvidas e seus conhecimentos são pouco valorizados”, responde Corrêa, embora tenham “papel fundamental na manutenção dos modos tradicionais de uso dos recursos naturais a partir de suas vivências e saberes”.

 

13/7, 20h


Para onde foram as andorinhas

Dirigido por Mari Corrêa, filme retrata, de forma sensível, como os povos que habitam o Parque Indígena do Xingu, em Mato Grosso, sentem em seu dia a dia os impactos das mudanças climáticas: na alimentação, em seus sistemas de orientação no tempo, em sua cultura material e em seus rituais.

Floresta iluminada

A websérie mostra a importância da energia limpa para índios e ribeirinhos da Amazônia. Na produção, Fernanda Ligabue, diretora, viaja por territórios amazônicos que estão superando a necessidade de energia elétrica por meio de oportunidades ligadas à energia limpa alternativa.

 

14/7, 17h


Yarang Mamin: movimento das mulheres Yarang

O Movimento das Mulheres Yarang, composto por mulheres do povo Ikpeng, no Território Indígena do Xingu (MT), completa em 2019 dez anos. Elas trabalham como formigas, sempre juntas, coletando e beneficiando sementes para reflorestar as nascentes da bacia do rio Xingu.

 O jabuti e a anta

Na obra a documentarista Eliza Capai investiga as obras de reservatórios na região da floresta Amazônica e conversa com a população ribeirinha, os pescadores e os indígenas que habitam as margens dos rios Xingu, Tapajós e Ene.

 

19/7, 20h


Pelas águas do Rio de Leite

O documentário registra lugares sagrados e narrativas de origem dos povos da família tukano, no Alto Rio Negro (AM). A obra foi dirigida pela cineasta Aline Scolfaro e explora as história dos antepassados dos grupos indígenas em questão.


23/7, 20h


Ka’a zar ukyze wà: os donos da floresta em perigo       

Dirigida por Flay, Edivan e Erisvan Guajajara, a obra aborda a Terra Indígena Araribóia (MA) é uma das mais ameaçadas da Amazônia. É o território do povo Guajajara e também de um grupo de índios isolados, os Awá Guajá. O filme é um alerta e pedido de socorro dos Guajajara pela proteção das florestas e de seus parentes Awá Guajá, um dos últimos povos caçadores e coletores do mundo.

 

Sobre o ISA

O Instituto Socioambiental (ISA) é uma associação civil, sem fins lucrativos, qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip), fundada em 22 de abril de 1994, por pessoas com formação e experiência marcante na luta por direitos sociais e ambientais. Com sede em São Paulo (SP), possui subsedes em Brasília (DF), Manaus (AM), Boa Vista (RR), São Gabriel da Cachoeira (AM), Canarana (MT), Eldorado (SP) e Altamira (PA).

O ISA tem como missão institucional defender bens e direitos sociais, coletivos e difusos, relativos ao meio ambiente, ao patrimônio cultural, aos direitos humanos e dos povos. Produz estudos, pesquisas, projetos e programas que promovam a sustentabilidade socioambiental, divulgando a diversidade cultural e biológica do país.

UNIBES CULTURAL

Rua Oscar Freire, 2.500 (ao lado da estação Sumaré do metrô, na Linha 2-Verde) | Sumaré | São Paulo | Telefone: (11) 3065-4333

ESTACIONAMENTOS PRÓXIMOS
Rua Oscar Freire, 2.617
Rua Amália de Noronha, 127
Rua Galeno de Almeida, 148