Carregando Eventos

« Todos Eventos

Início:
13 de agosto | 19:00
Final:
17 de setembro | 22:00
Período:
13 de agosto

Inscrições abertas! Curso Programação Cultural Contemporânea e Curadoria, com Maleronka, retorna à Unibes Cultural

13 de agosto | 19:00 - 17 de setembro | 22:00

Evento Navegação

Para você que participou do curso Produção Cultural Contemporânea, saiba que as inscrições para o 2º módulo da iniciativa já estão abertas! Desta vez, Fabio Maleronka apresenta aulas sobre Programação Cultural Contemporânea e Curadoria para você entender ainda mais como funciona este universo e, para lhe ajudar nessa busca, o profissional oferece, ainda, visitas em campo com o auxílio de especialistas no assunto.

Se você não conseguiu participar do módulo anterior, essa é a oportunidade de descobrir como funcionam os grandes eventos em São Paulo, a economia da cultura, a mobilização de estratégias de financiamento de projetos e muito mais.

As aulas acontecem em 13, 20 e 27 de agosto; 3, 10 e 17  de setembro, das 19h às 22h, na Unibes Cultural. O curso é direcionado a estudantes, gestores culturais, pesquisadores, artistas, profissionais das artes, programadores culturais, curadores e população em geral. Investimento: R$350 (em até 2x). Mais informações pelo e-mail baseinovar@unibescultural.org.br.

Ementa Curso de Programação e Curadoria – Módulo 2

Agosto
13/08 – Fabio Maleronka  Abertura – 19h – Unibes Cultural.

20/08 –  Renato Nery – Você sabe exatamente o que é e como funciona as plataformas sob
demanda? Qual é a diferença entre streaming e video on demand? E quais são novos cenários
no mercado audiovisual? Esses são os temas da segunda aula do curso – 19h – local a definir.

27/08 –  Dandara Ferreira –  Como é uma série de TV? A diretora da série HBO “O Nome dela
é Gal”, sobre a vida da cantora Gal Costa, aborda esse tema na terceira aula do curso – 19h – local a definir.

Setembro
3/09 – Pena Schmidt – Os novos paradigmas na música são a pauta dessa aula. Pena é parte da
própria música brasileira. Ele é o responsável pelo surgimento de grupos como
Titãs, Ira!, Ultraje a Rigor e muitos dos principais festivais no país – 19h – Unibes Cultural.

10/09 – Ana Paula Sousa – O que é Jornalismo Cultural? A renomada jornalista conta as principais
mudanças da cobertura cultural no país. Ana colabora em textos e matérias especiais para os
grandes veículos nacionais, como Folha de São Paulo, Valor Econômico, O Globo, entre outros. – 19h – Unibes Cultural.

17/09 – Julio Cesar Dória – O que é programar na cidade? O teatro, a curadoria de cênicas e
suas nuances específicas são o tema dessa aula – 19h – Unibes Cultural.

Aulas extras:   

13/09 – Rafael Carvalho – Programação de Cinema. O que é o mercado privado de cinema? Como
funcionam as vendas? Como o calendário é orquestrado? Rafael Carvalho é programador da
Diamond Films, distribuidora do filme ganhador do Oscar 2019 Green Book – o Guia (Melhor Ator Coadjuvante, para Mahershala Ali, Melhor Roteiro Original e Melhor Filme) – 19h30 – Local: CPF SESC.

20/09 – Fernando Dourado – O assunto desta aula é dança, mais especificamente a dança contemporânea.
Fernando Dourado vai discutir dos processos experimentais até a dança popular – 19h30 –  Local: CPF SESC.

22/09 – Luiz Fernando de Almeida Patrimônio (Instituto Pedra) – Essa é uma aula especial em um campo de restauro.  Na histórica Vila Itororó na Bela Vista,  os alunos poderão ver em detalhes um
canteiro aberto de restauro em plena atividade em uma aula com Luiz Fernando de Almeida, ex-presidente do IPHAN – 9h30 – Local: Vila Itororó.

Sobre os professores

Fabio Maleronka – Mestre em Estudos Culturais pela Universidade de São Paulo (USP). Graduado em Ciências Sociais pela mesma instituição. Com experiência na área de Gestão Cultural. Em abril e maio de 2018, foi curador do Ciclo de Debates “História da Política Cultural no Brasil”, no Centro de Pesquisa e Formação do SESC-SP. Em junho de 2018, teve o artigo “A criação do Ministério da Cultura na Redemocratização do Brasil”, aprovado pela revista da USP Tempo Social. Foi diretor geral de Programação e Eventos da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo (2013 – 2016), com destaque para a implantação do Circuito Municipal de Cultura da cidade de São Paulo. Foi responsável pela programação da Oca no primeiro semestre de 2016. Foi curador da Virada Cultural em 2014 e 2015. Vice- presidente/presidente do Conselho Gestor do Auditório Ibirapuera Oscar Niemeyer (2013 – 2016) e membro do Conselho de Administração da Spcine – Empresa de Cinema e Audiovisual de São Paulo (2015 – 2017). Em 2010, foi curador e diretor da série Produção Cultural no Brasil, que resultou em quatro livros e mais de 1oo vídeos, tornando público o pensamento de importantes agentes da cultura brasileira. Foi consultor do Ministério da Cultura pelo Centro de Gestão e Assuntos Estratégicos em Brasília durante a gestão de Gilberto Gil (2003 – 2008).

Ana Paula da Silva e Sousa – Jornalista especializada em cinema e políticas culturais. Ana Paula Sousa possui graduação em jornalismo pela Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero (1995), mestrado em Cultural and Creative Industries pelo King’s College London. (2013) e doutorado em Sociologia pela Unicamp. Tem experiência na área de comunicação e cinema.

Pena Schmidt – É produtor musical, foi executivo e diretor de gravadoras. Também foi proprietário do selo independente  Tinitus , ex-presidente de Associação Brasileira da Música Independente (ABMI), diretor de palco e proprietário da empresa de produção musical  StageBrainz , ex- superintendente do Auditório Ibirapuera. Atua na Vida_Boa, pesquisa, consultoria e curadoria musical. Técnico em eletrônica, operou o primeiro sintetizador no Brasil, um ARP2500 no Estúdio Prova em 1972. Trabalhando com Cláudio César Dias Baptista, montou e operou o
primeiro equipamento de som onde o técnico ficava numa mesa no centro da plateia, para Os Mutantes, em 1973. A partir desta experiencia como técnico de som, inicia uma época onde trabalhou nos principais eventos de música ao vivo, como Hollywood Rock, Festival de Águas Claras e especialmente no  Free Jazz Festival , onde trabalhou em
todas as edições como diretor de palco e diretor técnico. Como produtor de discos, trabalhou para a Continental Discos, WEA, Som Livre e sua gravadora Tinitus. Produziu cerca de 50 discos com hits que ainda são tocados no rádio. Contatou e produziu artistas de longa carreira, como Titãs, Ultraje a Rigor, Ira!, Os Mulheres Negras.

Rafael Carvalho – É gestor cultural, programador de cinema e produtor. Iniciou carreira na Cinemateca Brasileira (Ministério da Cultura) em 2005. Durante oito anos de trabalho na instituição, concebeu e produziu inúmeras mostras e retrospectivas de cinema brasileiro e internacional, e projetos direcionados a editais públicos, na área de difusão e preservação do cinema. Em 2013, assumiu a Diretoria de Programação do Departamento de Expansão Cultural, da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo. Em novembro de 2015, assumiu a Coordenadoria de Programação do Circuito Spcine de Cinema, rede exibidora formada por vinte salas de projeção, gerenciada pela Spcine – Empresa de Cinema e Audiovisual de São Paulo. É formado em Letras pela Universidade de São Paulo (USP). É também Mestre em Literatura Brasileira pela USP.

Luiz Fernando de Almeida – Por quase 10 anos, atuou como presidente do IPHAN e coordenador nacional do Programa Monumenta. Foi Membro do Comitê de Patrimônio Mundial da Unesco de 2008 e 2011. Formado em Arquitetura, é Diretor Presidente do Instituto Pedra.

Dandara Ferreira  – Dirigiu a série HBO em quatro episódios “O Nome dela é Gal”, sobre a vida da cantora Gal Costa. Dandara Ferreira é uma jovem cineasta baiana radicada em São Paulo há quase vinte anos.

Júlio César Dória  – Curador de teatro da Secretaria Municipal da Cultura de São Paulo. Foi um dos curadores da Virada Cultural e do Circuito Municipal de Cultura. Formado em Artes Cênicas pela USP.

Fernando Dourado – Curador de dança da Secretaria Municipal da Cultura de São Paulo. Foi Curador do São João de São Paulo 2019. Formado em Dança pela Unicamp.

Renato Nery – foi diretor Executivo de Inovação, Criatividade e Acesso da SPCine. Graduado em Comunicação Social pela PUC-SP e desde 2003 atua no audiovisual colaborando com diversas políticas públicas para o setor como DOCTV, ANIMATV, FUNCINE ANIMACULTURA, TELEFILMES entre outras. Na TV Cultura criou a plataforma de desenvolvimento de projetos LUMLAB e implantou a Coordenação de Co-produção e Políticas Públicas até assumir em 2013 o fomento ao cinema da SecretariaMunicipal de Cultura onde desenvolveu entre outros projetos a implantação da Spcine.

 

UNIBES CULTURAL
Rua Oscar Freire, 2.500 (ao lado da estação Sumaré do metrô, na Linha 2-Verde) | Sumaré | São Paulo | Telefone: (11) 3065-4333

ESTACIONAMENTOS PRÓXIMOS
Rua Oscar Freire, 2.617
Rua Amália de Noronha, 127
Rua Galeno de Almeida, 148