Carregando Eventos

« Todos Eventos

Data:
16 de dezembro
Hora:
14:00 - 16:00
Período:
16 de dezembro
Preço:
Grátis
Local:
Biblioteca

Cultura (s) Para Quem?: formação cultural, mediação e programas educativos

16 de dezembro | 14:00 - 16:00

Grátis

Evento Navegação

Ciclo de debates para que artistas, educadores, curadores, urbanistas e gestores culturais possam pensar e debater a pluralidade das atividades culturais da cidade e a questão do público espectador. Elementos como a cidade e a localização do espaço cultural, o tipo de programação da casa, as formas de comunicação dos eventos, todos os aspectos são estratégicos para pensar a frequência de público.

O tema do mês será formação cultural, mediação e programas educativos. As convidadas são as artistas Elaine Fontana e Mônica Nador. A mediação é de Josie Berezin.

Inscrições: enviar o nome completo para o e-mail contato@escolaforumdasartes.org.br.

Convidadas

Elaine Fontana é educadora, curadora e artista. Desde 2004, atua no Museu Lasar Segall, onde coordena os projetos educativos e expositivos. Como curadora pedagógica, desenvolve trabalhos na vertente da mediação extrainstitucional, com foco na revisão crítica das referências bibliográficas e da história dos programas educativos. Interessa-se, particularmente, por práticas concebidas a partir do contexto social e político dos educadores e artistas. Coordenou de 2011 a 2015 o curso de mediadores da Bienal de São Paulo, instituição onde hoje presta consultoria nas áreas de mediação e arte contemporânea. É curadora educacional independente, já tendo desenvolvido projetos com o Sesc São Paulo, Centro Cultural Banco do Brasil e grupos autônomos. Em 2013, integrou o júri do 2º Edital de Mediação em Arte e Cidadania Cultural, do Centro Cultural São Paulo. Como artista, desenvolve pesquisas relacionadas ao corpo e às suas possibilidades performativas no âmbito da mediação, e é mestranda no programa de Pós-Graduação Interunidades em Estética e História da Arte da Universidade de São Paulo.

Mônica Nador é artista visual formada em artes plásticas pela Fundação Armando Álvares Penteado – Faap, desenvolveu seus primeiros trabalhos nos anos 1980 e participou da importante exposição “Como vai você, Geração 80?”, no Rio de Janeiro em 1984 . Realizou seu mestrado pela ECA/USP em 2000, com a dissertação Paredes Pinturas, sob orientação de Regina Silveira.  Em 2004 Mônica funda o Jardim Miriam Arte Clube (JAMAC), uma organização sem fins lucrativos e dedicada à comunidade, localizada no bairro Jardim Miriam (zona sul de São Paulo), onde por opção passou a residir para melhor realização de seus projetos. Como uma resposta à falta de opções para arte e centros culturais na área, o JAMAC começou como um estúdio aberto dedicado à população local, onde foram oferecidas oficinas de arte gratuitas com a intenção de promover uma transformação real na comunidade. Entre as muitas exposições e ações de Mônica, estão: Museo de Antióquia, Medellín, Colômbia (2016), Mônica Nador + Jamac + Paço Comunidade, Paço das Artes- São Paulo (2015), Bienal de Lubumbashi, Congo (2015), Bienal de Gwangju – Coréia (2012), Seminário Arte e Inclusión Prácticas en América, Museu Picasso Málaga, Espanha (2010).

Mediadora 

Josie Berezin é bailarina, arte-educadora e produtora, com formação acadêmica em Sociologia e especialização em Gestão Cultural. Mantém prática regular de dança, participa de performances de artistas diversos (encenou “Transbordação” e “Intervenção Poética” em 2017, entre outras), e é integrante do ENTRE ELAS Coletivo, com quem apresenta trabalhos de pesquisa e composição de dança e performance. Foi colaboradora do Museu da Dança, faz parte do Dança em Diálogo – Grupo de estudos de análise e crítica de dança no CCSP, e atualmente desenvolve pesquisa sobre programação e públicos da cultura.

 

Inscreva-se