Carregando Eventos

« Todos Eventos

Data:
30 de outubro
Hora:
08:30 - 13:00
Período:
30 de outubro
Preço:
Gratuito
Local:
Teatro

Territórios recebe palestrantes para falar sobre longevidade

30 de outubro | 08:30 - 13:00

Gratuito

Evento Navegação

A terceira edição do evento Territórios abordará temas para despertar a reflexão e aprimorar a prática cotidiana na execução da Política Pública da Assistência Social. Questões sobre o envelhecimento, temas relacionados à finitude e os desafios em se viver cada vez mais considerando aspectos econômicos, acesso às tecnologias, impactos nas famílias em suas atuais configurações e, sobretudo, qualidade da vida e da morte.

Dois palestrantes vão apresentar os desafios e as questões pertinentes ao envelhecimento das sociedades. O dr. Alexandre Kalache falará sobre a morte simbólica, com os significados e sentidos sobre a longevidade. O professor Clóvis de Barros abordará as questões éticas que permeiam nossas ações e relações com idosos e suas famílias.

Palestrantes

Alexandre Kalache preside o Centro Internacional de Longevidade Brasil (International Longevity Centre Brazil – ILC-BR), uma organização da sociedade civil, integrante da rede global de International Longevity Centers (Global Alliance of ILCs) e parceira do Centro de Estudo e Pesquisa do Envelhecimento (Cepe), vinculado ao Instituto Vital Brazil. O ILC-BR tem como missão “propor ideias e diretivas para políticas públicas intersetoriais, voltadas ao envelhecimento populacional, fundamentadas por práticas e pesquisas internacionais, de modo a contribuir para o Envelhecimento Ativo.” Sediado no Rio de Janeiro, o ILC-BR atua como um espaço autônomo de ideias, produção do conhecimento, troca de informações, proposição de políticas, mobilização social e promoção das relações internacionais sobre os temas da longevidade e do envelhecimento.

O médico e gerontólogo Alexandre Kalache é PhD em Epidemiologia pela Universidade de Oxford, fundador da Unidade de Epidemiologia do Envelhecimento da Universidade de Londres e criador do primeiro mestrado em Promoção da Saúde da Europa. Foi responsável pelo Programa de Envelhecimento e Longevidade da Organização Mundial da Saúde (OMS), idealizando projetos baseados no Envelhecimento Ativo, com autonomia e independência. Morou 32 anos entre Inglaterra e França, foi militante estudantil na ditadura e viajou pelo Nordeste durante a faculdade. Hoje, reside no Rio de Janeiro, é consultor de organizações em diversos países, tem dois filhos e uma neta.

Clóvis de Barros é doutor e livre-docente pela Escola de Comunicações e Artes da USP. Palestrante há doze anos no mundo corporativo, consultor e autor. Tem diversos livros publicados.

 

 

Inscreva-se